Hospedagem de Sites
 
 
 Home  •  Downloads  •  Minha Conta  •  Forums  
 
   
 
Menu Principal
 Home
 Cadastrar
 Procurar
 Contato

 Visitantes
 Artigos
 Enquetes
 Web Links
 Recomende-nos
 Manual do PHP
 Manual PHP-Nuke
 Guia Linux Básico
 Guia Linux Avançado
 Anuncie Conosco
 Patrocinador
· Hospedagem
· Planos de Hospedagem
· Hospedagem PHP
· Revenda

 Usuários
 Sua Conta
 Downloads
 Lista de Membros
 Enviar Notícias
 Mensagens Privado
 Contato
 Conteúdo

 Informações
Visual Elegante

Um lindo modelo da OSCommerce oferecido em parceria com a Hospedagem Segura e o Portal PHPMania:




Conheça a versão demo instalada no servidor da Hospedagem Segura

Faça o download grátis da loja Clicando aqui!

Usuários
Bem-vindo(a) Visitante


Apelido

Senha


 

Cadastramento

 · Hoje: 0

 · Ontem: 0

 · Total: 63178


5 Últimos Registros   republicano1   LifeBurn   jV1yB8gH3q   wJ1gN1rB2n   tE8aK5cI9x

Pessoas on-line

 Visitantes: 115

 Cadastrados: 0

 Total online: 115

Ajude o PHPMania

Faça uma doação ao nosso Portal, ajude o PHPMania!

Guia Foca GNU/Linux - Personalização do Sistema
[ anterior ] [ Conteúdo ] [ 1 ] [ 2 ] [ 3 ] [ 4 ] [ 5 ] [ 6 ] [ 7 ] [ 8 ] [ 9 ] [ 10 ] [ 11 ] [ 12 ] [ 13 ] [ 14 ] [ 15 ] [ 16 ] [ 17 ] [ 18 ] [ 19 ] [ 20 ] [ 21 ] [ 22 ] [ 23 ] [ 24 ] [ 25 ] [ 26 ] [ 27 ] [ 28 ] [ 29 ] [ 30 ] [ 31 ] [ 32 ] [ próximo ]

Guia Foca GNU/Linux
Capítulo 21 - Personalização do Sistema


Este capítulo ensina como personalizar algumas características de seu sistema GNU/Linux.


21.1 Variáveis de Ambientes

É um método simples e prático que permite a especificação de opções de configuração de programas sem precisar mexer com arquivos no disco ou opções. Algumas variáveis do GNU/Linux afetam o comportamento de todo o Sistema Operacional, como o idioma utilizado e o path (veja path, Seção 7.2) . Variáveis de ambientes são nomes que contém algum valor e tem a forma Nome=Valor. As variáveis de ambiente são individuais para cada usuário do sistema ou consoles virtuais e permanecem residentes na memória RAM até que o usuário saia do sistema (logo-off) ou até que o sistema seja desligado.

As variáveis de ambiente são visualizadas/criadas através do comando set ou echo $NOME (apenas visualiza) e exportadas para o sistemas com o comando export NOME=VALOR.

Nos sistemas Debian, o local usado para especificar variáveis de ambiente é o /etc/environment (veja Arquivo /etc/environment, Seção 21.8). Todas as variáveis especificadas neste arquivos serão inicializadas e automaticamente exportadas na inicialização do sistema.

Exemplo: Para criar uma variável chamada TESTE que contenha o valor 123456 digite: export TESTE=123456. Agora para ver o resultado digite: echo $TESTE ou set|grep TESTE. Note que o $ que antecede o nome TESTE serve para identificar que se trata de uma variável e não de um arquivo comum.


21.2 Modificando o Idioma usado em seu sistema

O idioma usado em seu sistema pode ser modificado facilmente através das variáveis de ambiente. Atualmente a maioria dos programas estão sendo localizados. A localização é um recurso que especifica arquivos que contém as mensagens do programas em outros idiomas. Você pode usar o comando locale para listar as variáveis de localização do sistema e seus respectivos valores. As principais variáveis usadas para determinar qual idioma os programas localizados utilizarão são:

  • LANG - Especifica o idioma_PAIS local. Podem ser especificados mais de um idioma na mesma variável separando-os com :, desta forma caso o primeiro não esteja disponível para o programa o segundo será verificado e assim por diante. A língua Inglesa é identificada pelo código C e usada como padrão caso nenhum locale seja especificado.

    Por exemplo: export LANG=pt_BR, export LANG=pt_BR:pt_PT:C

  • LC_MESSAGES - Especifica o idioma que serão mostradas as mensagens dos programas. Seu formato é o mesmo de LANG.
  • LC_ALL - Configura todas as variáveis de localização de uma só vez. Seu formato é o mesmo de LANG.

As mensagens de localização estão localizadas em arquivos individuais de cada programa em /usr/share/locale/[Idioma]/LC_MESSAGES . Elas são geradas através de arquivos potfiles (arquivos com a extensão .po ou .pot e são gerados catálogos de mensagens .mo. As variáveis de ambiente podem ser especificadas no arquivo /etc/environment desta forma as variáveis serão carregadas toda a vez que seu sistema for iniciado. Você também pode especificar as variáveis de localização em seu arquivos de inicialização .bash_profile, .bashrc ou .profile assim toda a vez que entrar no sistema, as variáveis de localização personalizadas serão carregadas.

Siga as instruções a seguir de acordo com a versão de sua distribuição Debian:

Debian 3.0
Acrescente a linha pt_BR ISO-8859-1 no arquivo /etc/locale.gen, rode o utilitário locale-gen para gerar os locales e acrescente as variáveis de localização no arquivo /etc/locales.def seguindo a forma:
     export LANG=pt_BR
     export LC_ALL=pt_BR
     export LC_MESSAGES=pt_BR

Note que o arquivo /etc/environment também pode ser usado para tal tarefa, mas o locales.def foi criado especialmente para lidar com variáveis de localização na Debian 3.0.

Debian 2.2
Coloque estas variáveis no arquivo /etc/environment (veja um exemplo deste arquivo em Arquivo /etc/environment, Seção 21.8), assim toda a vez que seu sistema for iniciado as variáveis de localização serão carregadas e exportadas para o sistema, estando disponíveis para todos os usuários.

Para as mensagens e programas do X-Window usarem em seu idioma local, é preciso colocar as variáveis no arquivo ~/.xserverrc do diretório home de cada usuário e dar a permissão de execução neste arquivo (chmod 755 .xserverrc). Lembre-se de incluir o caminho completo do arquivo executável do seu gerenciador de janelas na última linha deste arquivo (sem o & no final), caso contrário o Xserver será finalizado logo após ler este arquivo.

Abaixo exemplos de localização com as explicações:

  • export LANG=pt_BR - Usa o idioma pt_BR como língua padrão do sistema. Caso o idioma Portugues do Brasil não esteja disponível, C é usado (Inglês).
  • export LANG=C - Usa o idioma Inglês como padrão (é a mesma coisa de não especificar LANG, pois o idioma Inglês é usado como padrão).
  • export LANG=pt_BR:pt_PT:es_ES:C - Usa o idioma Português do Brasil como padrão, caso não esteja disponível usa o Português de Portugal, se não estiver disponível usa o Espanhol e por fim o Inglês.

É recomendável usar a variável LC_ALL para especificar o idioma, desta forma todos os outras variáveis (LANG, MESSAGES, LC_MONETARY, LC_NUMERIC, LC_COLLATE, LC_CTYPE e LC_TIME) serão configuradas automaticamente.


21.3 alias

Permite criar um apelido a um comando ou programa. Por exemplo, se você gosta de digitar (como eu) o comando ls --color=auto para ver uma listagem longa e colorida, você pode usar o comando alias para facilitar as coisas digitando: alias ls='ls --color=auto' (não se esqueça da meia aspa 'para identificar o comando'). Agora quando você digitar ls, a listagem será mostrada com cores.

Se você digitar ls -la, a opção -la será adicionada no final da linha de comando do alias: ls --color=auto -la, e a listagem também será mostrada em cores.

Se quiser utilizar isto toda vez que entrar no sistema, veja Arquivo .bash_profile, Seção 21.5 e Arquivo .bashrc, Seção 21.6.


21.4 Arquivo /etc/profile

Este arquivo contém comandos que são executados para todos os usuários do sistema no momento do login. Somente o usuário root pode ter permissão para modificar este arquivo.

Este arquivo é lido antes do arquivo de configuração pessoal de cada usuário (.profile(root) e .bash_profile).

Quando é carregado através de um shell que requer login (nome e senha), o bash procura estes arquivos em seqüência e executa os comandos contidos, caso existam:

  1. /etc/profile
  2. ~/.bash_profile
  3. ~/.bash_login
  4. ~/.profile

Ele ionterrompe a pesquisa assim que localiza o primeiro arquivo no diretório do usuário (usando a sequência acima). Por exemplo, se você tem o arquivo ~/.bash_login e ~/.bash_profile em seu diretório de usuário, ele processará o /etc/profile e após isto o ~/.bash_profile, mas nunca processará o ~/.bash_login (a menos que o ~/.bash_profile seja apagado ou renomeado).

Caso o bash seja carregado através de um shell que não requer login (um terminal no X, por exemplo), o seguinte arquivo é executado: ~/.bashrc.

Observação: Nos sistemas Debian, o profile do usuário root está configurado no arquivo /root/.profile. A razão disto é porque se o bash for carregado através do comando sh, ele fará a inicialização clássica deste shell lendo primeiro o arquivo /etc/profile e após o ~/.profile e ignorando o .bash_profile e .bashrc que são arquivos de configuração usados somente pelo Bash. Exemplo, inserindo a linha mesg y no arquivo /etc/profile permite que todos os usuários do sistema recebam pedidos de talk de outros usuários. Caso um usuário não quiser receber pedidos de talk, basta somente adicionar a linha mesg n no arquivo pessoal .bash_profile.


21.5 Arquivo .bash_profile

Este arquivo reside no diretório pessoal de cada usuário. É executado por shells que usam autenticação (nome e senha). .bash_profile contém comandos que são executados para o usuário no momento do login no sistema após o /etc/profile. Note que este é um arquivo oculto pois tem um "." no inicio do nome.

Por exemplo colocando a linha: alias ls='ls --colors=auto' no .bash_profile, cria um apelido para o comando ls --colors=auto usando ls, assim toda vez que você digitar ls será mostrada a listagem colorida.


21.6 Arquivo .bashrc

Possui as mesmas características do .bash_profile mas é executado por shells que não requerem autenticação (como uma seção de terminal no X).

Os comandos deste arquivo são executados no momento que o usuário inicia um shell com as características acima. Note que este é um arquivo oculto pois tem um "." no inicio do nome.


21.7 Arquivo .hushlogin

Deve ser colocado no diretório pessoal do usuário. Este arquivo faz o bash pular as mensagens do /etc/motd, número de e-mails, etc. Exibindo imediatamente o aviso de comando após a digitação da senha.


21.8 Arquivo /etc/environment

Armazena as variáveis de ambiente que são exportadas para todo o sistema. Uma variável de ambiente controla o comportamento de um programa, registram detalhes úteis durante a seção do usuário no sistema, especificam o idioma das mensagens do sistema, etc.

Exemplo do conteúdo de um arquivo /etc/environment:

     LANG=pt_BR
     LC_ALL=pt_BR
     LC_MESSAGES=pt_BR

21.9 Diretório /etc/skel

Este diretório contém os modelos de arquivos .bash_profile e .bashrc que serão copiados para o diretório pessoal dos usuários no momento que for criada uma conta no sistema. Desta forma você não precisará configurar estes arquivos separadamente para cada usuário.


[ anterior ] [ Conteúdo ] [ 1 ] [ 2 ] [ 3 ] [ 4 ] [ 5 ] [ 6 ] [ 7 ] [ 8 ] [ 9 ] [ 10 ] [ 11 ] [ 12 ] [ 13 ] [ 14 ] [ 15 ] [ 16 ] [ 17 ] [ 18 ] [ 19 ] [ 20 ] [ 21 ] [ 22 ] [ 23 ] [ 24 ] [ 25 ] [ 26 ] [ 27 ] [ 28 ] [ 29 ] [ 30 ] [ 31 ] [ 32 ] [ próximo ]

Guia Foca GNU/Linux

Versão 5.44 - quinta, 19 de agosto de 2004

Gleydson Mazioli da Silva gleydson@cipsga.org.br
Guia Foca: http://focalinux.cipsga.org.br/
 
Modulo portado para PHP-Nuke por:
Antonio Andrade - antonio@nukebrasil.org
NukeBrasil.org - www.nukebrasil.org


Relógio e Calendário
Agosto 2014
  1 2
3 4 5 6 7 8 9
10 11 12 13 14 15 16
17 18 19 20 21 22 23
24 25 26 27 28 29 30
31  

Enquete
Qual a melhor maneira de Estudar PHP?

Lê matérias na internet.
Cursos on-line.
Leitura de Livros.
Edita sites já prontos.



resultados
Enquete

Votos 1024
Top 10 Downloads
Total de Arquivos: 181
Total de Categorias: 98
Total de Downloads: 801600

Últimos Downloads
 1: 2 templates portugues 2009
[Total: 8634]

 2: novo template oscommerce
[Total: 3666]

 3: OSCommerce novo Visual
[Total: 24126]

 4: XOOPS 2.0.18.1 Português Br
[Total: 1714]

 5: PHP-Nuke 8.0
[Total: 2701]

 6: VirtueMart 1.1.0 Loja virtual para o joomla
[Total: 2274]

 7: Joomla! 1.5.3 Portugues Br versão nova e estável!!!
[Total: 2038]

 8: WordPress em português versão 2.5.1 BR
[Total: 1298]

 9: Pacotão Templates 2008 osCommerce Part 2
[Total: 6384]

 10: Pacotão Templates 2008 osCommerce
[Total: 8444]


Mais Baixados
 1: Loja virtual osCommerce 2.2 Milestone 2 BR
[Total: 107392]

 2: Brazilian Language Oscommerce versão 2.2 Milestone 2
[Total: 34258]

 3: OSCommerce novo Visual
[Total: 24126]

 4: Módulo Sedex para o Oscommerce
[Total: 17159]

 5: Autenticação HTTP para o admin osCommerce
[Total: 16386]

 6: Módulo Depósito/Trasferência Bancária
[Total: 15050]

 7: Programando para Web com PHP/MySQL
[Total: 14461]

 8: Seletor de Estados
[Total: 14005]

 9: Imagens Windows XP osCommerce
[Total: 13343]

 10: PHP Manual
[Total: 13147]

Artigos
CEP - Rotina que pega direto da página dos correios
Como formatar casas decimais
Instalando Apache + MySQL + PHP 5 no Windows
Manual de Instalação do osCommerce 2.2 Milestone 2 BR
Saiba como ter boletos bancários em seu site
Como criar Banco de dados MySQL no Cpanel
Aprenda a instalar o PHP-Nuke
Noções básicas de Banco de dados SQL
Sistema de usuários on-line
Sistema simples de formulário de contato
Aprenda a fazer um sistema de banner!
Sistema de cadastro simples
Como instalar o phpBB2
Segurança no Linux
Acentos no RedHat 8.0
Instalando o suporte a GD no Windows
Como fazer um sistema de enquete
Impeça que seu sistema responda à solicitações de ping
Segurança no Linux
Monte seu próprio servidor de ICQ
Criando Diretórios com acesso restrito no servidor Samba
Configurando o UebIMiau
O que é Linux? Primeiros Passos
Configuração do Apache pelo Linuxconf?
Como configurar o servidor para interpretar scripts PHP4
Configurar o apache para trabalhar com o htaccess
Configurar o apache para utilizar páginas.shtml
Configurando o apache usando SSL
Como redirecionar páginas através do apache?
Como autenticar usuários no apache?
Configurar domínios virtuais no apache?
Configurando o httpd.conf
Ache tudo aqui!
Google
Web
PHPmania.org
PHP Mania - Copyright © 2012

Planos de Hospedagem - Hospedagem PHP - Hospedagem ASP - Revenda de Hospedagem - Hospedagem de Sites - Construtor de Sites
Hospedagem Java - Hospedagem MySQL - Hospedagem JSP - Hospedagem Sql Server - Servidor Hospedagem - Hospedagem Domínio
Cloud Server Cloud computing Hospedagem Windows - Hospedagem Linux - Servidor Streaming - Construtor de Blog

PHP-Nuke Copyright © 2005 by Francisco Burzi. This is free software, and you may redistribute it under the GPL. PHP-Nuke comes with absolutely no warranty, for details, see the license.
Tempo para gerar esta página: 0.45 segundos

| DAJ_Glass phpbb2 style by Dustin Baccetti | PHP-Nuke theme by www.nukemods.com |