Hospedagem de Sites
 
 
 Home  •  Downloads  •  Minha Conta  •  Forums  
 
   
 
Menu Principal
 Home
 Cadastrar
 Procurar
 Contato

 Visitantes
 Artigos
 Enquetes
 Web Links
 Recomende-nos
 Manual do PHP
 Manual PHP-Nuke
 Guia Linux Básico
 Guia Linux Avançado
 Anuncie Conosco
 Patrocinador
· Hospedagem
· Planos de Hospedagem
· Hospedagem PHP
· Revenda

 Usuários
 Sua Conta
 Downloads
 Lista de Membros
 Enviar Notícias
 Mensagens Privado
 Contato
 Conteúdo

 Informações
Visual Elegante

Um lindo modelo da OSCommerce oferecido em parceria com a Hospedagem Segura e o Portal PHPMania:




Conheça a versão demo instalada no servidor da Hospedagem Segura

Faça o download grátis da loja Clicando aqui!

Usuários
Bem-vindo(a) Visitante


Apelido

Senha


 

Cadastramento

 · Hoje: 0

 · Ontem: 0

 · Total: 63123


5 Últimos Registros   pP5xS4eF0o   fT2gD1sU9j   fO2eW7fO6i   pP1rY2aK9d   aH8iP6vO2e

Pessoas on-line

 Visitantes: 29

 Cadastrados: 0

 Total online: 29

Ajude o PHPMania

Faça uma doação ao nosso Portal, ajude o PHPMania!

Guia Foca GNU/Linux - Servidor pop3
[ anterior ] [ Conteúdo ] [ 1 ] [ 2 ] [ 3 ] [ 4 ] [ 5 ] [ 6 ] [ 7 ] [ 8 ] [ 9 ] [ 10 ] [ 11 ] [ 12 ] [ 13 ] [ 14 ] [ 15 ] [ 16 ] [ 17 ] [ 18 ] [ 19 ] [ 20 ] [ 21 ] [ próximo ]

Guia Foca GNU/Linux
Capítulo 16 - Servidor pop3


Este capítulo descreve a instalação, configuração, criação de contas e controle de acesso ao servidor pop3. Este capítulo é baseado no servidor qpopper da Qualcomm.


16.1 Introdução

É o servidor para recebimento de mensagens eletrônicas (e-mails) para o cliente de e-mails. O servidor pop3 documentado é o qpopper (da Qualcomm), é um dos mais usados em ambiente Linux, simples de configurar e distribuído livremente. O que este programa faz é ler os e-mails de usuários em /var/mail e os envia via porta 110 ao programa cliente (Netscape, sylpheed, mutt, balsa, Pegasus, Outlook, ou qualquer outro que suporte o protocolo pop3).


16.1.1 Versão

É assumido que esteja usando a versão 4.0.3 do qpopper. As explicações contidas aqui podem funcionar para versões posteriores, mas é recomendável que leia a documentação sobre modificações no programa (changelog) em busca de mudanças que alterem o sentido das explicações fornecidas aqui.


16.1.2 Contribuindo

O site do qpopper é http://www.eudora.com/qpopper/, anúncios de novas versões, bugs e correções são enviados para qpopper-announce@rohan.qualcomm.com (inscreva-se enviando uma mensagem com o assunto "subscribe" para o nome da lista acrescentando "-request"). A lista de suporte aos usuários é qpopper@lists.pensive.org (o método de inscrição é idêntico a lista announce).


16.1.3 Características

  • Simples de configurar.
  • Possui um timeout padrão de 30 segundos ao invés de 10 minutos do protocolo pop3 padrão.
  • O protocolo pop3 é mais simples e consome menos recursos no servidor que o IMAP.
  • Suporte a envio de boletins aos usuários do sistema.
  • Inclui suporte a TLS/SSL.
  • Suporte a senhas ocultas (shadow passwords).
  • Suporta PAM.
  • Suporte a autenticação via APOP.
  • Alta performance.

16.1.4 Ficha técnica

Pacote: qpopper.

Utilitários:

  • in.qpopper - Servidor pop3.
  • popauth - Manipula os bancos de dados de autorização quando é usado o método de autenticação APOP.

Arquivos de configuração:

  • /etc/popper.allow - Contém a lista de usuários autorizados a usar o serviço pop3.
  • /etc/popper.deny - Contém uma lista de usuários NÃO autorizados a usar o serviço pop3.
  • /etc/pop.auth - Contém dados de autenticação criados pelo programa popauth.

16.1.5 Requerimentos de Hardware

O servidor qpopper requer no mínimo 6MB de memória para rodar e espaço em disco suficiente para acomodar os e-mails de usuários.


16.1.6 Arquivos de log criados pelo qpopper

Mensagens sobre a execução do qpopper são enviadas aos seguintes arquivos em /var/log:

  • mail.info - Detalhes sobre autenticação de usuários e mensagens.
  • mail.warn - Erros e avisos diversos ocorridos na seção pop3.
  • syslog e daemon.log - Mensagens sobre a execução do servidor qpopper.
  • auth.log - Mensagens de autenticação gerados pelo PAM.

16.1.7 Instalação

apt-get install qpopper

Por padrão o servidor qpopper é instalado via inetd:

     pop-3		stream	tcp	nowait.60	root	/usr/sbin/tcpd	/usr/sbin/in.qpopper -s

Se estiver configurando um servidor pop3 com um grande número de conexões, é recomendável aumentar o número de execuções do serviço pop3 por minuto (no inetd.conf) ou rodar o servidor qpopper como daemon (preferido). Para fazer isto, remova a linha que inicia o qpopper no inetd.conf e construa um script que inicie o serviço como daemon usando a opção -S (veja outras opções em Opções de linha de comando, Seção 16.1.10).


16.1.8 Iniciando o servidor/reiniciando/recarregando a configuração

O serviço é executado por padrão via inetd e utiliza o controle de acesso tcpd (veja O mecanismo de controle de acessos tcpd, Seção 4.8.3). Adicionalmente você pode definir que usuários terão/não acesso ao serviço pop3 nos arquivos /etc/popper.allow e popper.deny. Por padrão, o acesso é garantido para qualquer usuário.

Após instalar o servidor pop3 instalado, resta configurar o cliente para conectar ao servidor pop3 do servidor. O nome de usuário e senha são os usados no arquivo /etc/passwd.


16.1.9 Teste de acesso no pop3

Um simples teste consiste em usar o telnet conectando a porta pop3 (110): telnet 127.0.0.1 110:

     Connected to 127.0.0.1.
     Escape character is '^]'.
     +OK Qpopper (version 4.0.3) at server.org starting.  <2122.11132222@server.org>

A resposta acima indica que o servidor pop3 está funcionando corretamente.


16.1.10 Opções de linha de comando

Opções de linha de comando do servidor in.qpopper:

endereço:porta
Quando está operando em modo daemon (iniciado com -S), espera por conexões no endereço e opcionalmente na porta especificada. O endereço deverá ser o da interface de rede local do servidor (como 192.168.1.1) caso não seja especificado, o servidor qpopper monitorará todos os endereços. A porta padrão é 110 caso não seja especificada.
-b [diretório]
Ativa o sistema de envio de boletins. O diretório especificado é o que contém os boletins que serão enviados (na distribuição Debian, o /var/spool/popbull é o indicado). Veja Enviando boletins de mensagens, Seção 16.1.11 para instruções de utilização deste recurso.
-c
Modifica a senha para caracteres minúsculos antes de autenticar, permitindo que clientes conectem com a senha em MAIÚSCULAS ou caracteres mIsTurados.
-f [arquivo]
Especifica um arquivo de configuração para o servidor qpopper. Veja a página de manual para detalhes sobre as opções. Recomendo usar as opções de linha de comando exceto se for requerida configurações especiais para modificar o comportamento do servidor pop3.
-l [num]
Modifica as opções de criptografia TLS/SSL usada no transporta da seção. Os seguintes valores são aceitos:
  • 0 - Desativa TLS/SSL. É o padrão.
  • 1 - Ativa o suporte a TLS/SSL. Se o cliente não suportar criptografia, os dados serão transmitidos usando a forma padrão.
  • 2 - Tenta ativar uma conexão TLS quando o cliente conecta ao servidor usando uma porta alternativa.
-p [num]
Seleciona como a senha em texto plano será manipulada. O servidor deverá estar compilado com suporte a outras formas de autenticação (como APOP) ao invés de texto plano. As seguintes opções são suportadas.
  • 0 - Senhas em texto plano podem ser usadas para usuários não cadastrados no arquivo /etc/pop.auth (gerenciado pelo popauth. Este é o padrão.
  • 1 - Somente permite acesso de usuários cadastrados no arquivo /etc/pop.auth. Qualquer acesso usando texto plano é negado.
  • 2 - Permite autenticação usando texto plano como preferência, até mesmo para usuários que estejam no /etc/pop.auth). É útil para clientes que não suportam autenticação usando texto plano.
  • 3 - Somente usuários conectando da mesma máquina (127.0.0.1) podem usar autenticação em texto plano.
  • 4 - Permite autenticação usando texto plano somente se uma conexão criptográfica foi estabelecida usando TLS ou SSL.
-R
Desativa a resolução reversa de endereços IP de clientes.
-s
Registra dados de inicio da seção, nome de usuário, número de bytes/mensagens apagadas, número de mensagens deixadas no servidor e fim da seção. Estes detalhes são registrados pelo syslogd. Seu uso é recomendável para ter controle sobre o que está acontecendo em seu servidor.
-S
Ativa o modo daemon. Útil para servidores pop3 com grande número de acessos.
-T [num]
Tempo máximo em segundos para finalização da seção quando o cliente não envia nenhuma resposta ou comando. Valores pequenos (como 20) podem ser especificados para servidores que possuem poucos usuários e um link rápido. Para grande quantidade de usuários ou conexão feita via links lentos (como ppp, slip, plip, etc.) use valores como 600 (10 minutos) ou mais. O valor padrão é 120 segundos (2 minutos).
-u
Lê o arquivo ~/.qpopper.options no diretório do usuário em busca de opções adicionais para o servidor. Este arquivo é lido após o processo de autenticação e deve ter permissões leitura/gravação para o dono. Isto não é recomendável em servidores seguros, a criptografia ou método de autenticação podem ser desativados sem o conhecimento do administrador comprometendo a segurança dos dados.
-U
Idêntica a opção acima, mas o arquivo deve residir no diretório de spool (/var/spool/pop) e ter o formato:
     .usuario.qpopper-options

Este arquivo deve ter como dono o administrador ou dono do servidor pop3. Esta alternativa é mais segura que a anterior porque o usuário não terá acesso ou desativar opções específicas.

-y [facilidade]
Permite modificar o nível facilidade que as mensagens são registradas no syslogd (veja Arquivo de configuração syslog.conf, Seção 6.2.1.1).

16.1.11 Enviando boletins de mensagens

Este recurso é muito útil para enviar alertas ou avisos para todos os usuários em seu sistema de uma só vez. A mensagem é escrita no diretório /var/spool/popbull seguindo um formato especial e quando o usuário pop3 se conecta para pegar seus e-mails receberá também uma cópia do boletim. O controle de boletins já recebido pelo usuário é feito no arquivo ~/.popbull. Siga os passos a seguir para configurar este sistema:

  1. Ative o suporte a envio de boletins no servidor qpopper, adicionando a opção -b /var/spool/popbull a linha de comando.
  1. Os números de boletins são controlados seqüencialmente pelos arquivos ~/.popbull, portanto é importante começar com o nome do boletim com pelo menos 5 dígitos (00001, 00002, 00003, etc). Vamos usar 00001-teste em nosso exemplo.
  1. A primeira linha do boletim deve conter a palavra "From" e um espaço e deve ser completada com um nome e data, seguido de campos essenciais para o envio da mensagem:
         From teste Sex Set 29 21:40:00 2001
         To: user@localhost
         From: Administrador do Sistema <root@localhost>
         Date: Fri, 29 Sep 2001 21:40:00 -0800 (PST)
         Subject: Teste do sistema de boletins
         
         Este é apenas um teste para o sistema de boletins. Se tudo estiver OK 
         você receberá esta mensagem quando pegar seus e-mails no cliente pop3 
         e este boletim será registrado no arquivo ~/.popbull para que não seja 
         novamente recebido.
    

    Deve haver uma linha em branco para separar o cabeçalho da mensagem.

OBS: Quando incluir novos usuários no sistema, somente os últimos 10 boletins serão enviados.


16.1.12 Especificando quotas para as caixas de correio

Crie o diretório de spool /var/mail em uma partição separada e ative o sistema de quota do Linux nela. Leia as instruções em Limitando o uso de espaço em disco (quotas), Seção 19.12.


16.1.13 Restringindo acesso ao servidor pop3

O controle de acesso de conexões é feito via método tcpd usando o daemon in.qpopper (veja O mecanismo de controle de acessos tcpd, Seção 4.8.3). O controle de acesso dos usuários é feito através do arquivos /etc/popper.allow e /etc/popper.deny, respectivamente contém os nomes de usuários que podem e não podem ter acesso ao servidor qpopper. Por motivos de segurança é recomendável redirecionar os e-mails do usuário root para outra conta (no arquivo /etc/aliases e bloquear o acesso do usuário root ao pop3 no arquivo /etc/popper.deny.

Se a máquina servidora pop3 não for utilizada para acesso remoto, é recomendável desativar os serviços de login (veja Desabilitando serviços de shell para usuários, Seção 19.1.6).


[ anterior ] [ Conteúdo ] [ 1 ] [ 2 ] [ 3 ] [ 4 ] [ 5 ] [ 6 ] [ 7 ] [ 8 ] [ 9 ] [ 10 ] [ 11 ] [ 12 ] [ 13 ] [ 14 ] [ 15 ] [ 16 ] [ 17 ] [ 18 ] [ 19 ] [ 20 ] [ 21 ] [ próximo ]

 

 

Guia Foca GNU/Linux

Versão 6.38 - quinta, 19 de agosto de 2004
Gleydson Mazioli da Silva gleydson@cipsga.org.br
Guia Foca: http://focalinux.cipsga.org.br/
 
Modulo portado para PHP-Nuke por:
Antonio Andrade - antonio@nukebrasil.org
NukeBrasil.org - www.nukebrasil.org


Relógio e Calendário
Abril 2014
  1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30  

Enquete
Qual a melhor maneira de Estudar PHP?

Lê matérias na internet.
Cursos on-line.
Leitura de Livros.
Edita sites já prontos.



resultados
Enquete

Votos 1023
Top 10 Downloads
Total de Arquivos: 181
Total de Categorias: 98
Total de Downloads: 797758

Últimos Downloads
 1: 2 templates portugues 2009
[Total: 8606]

 2: novo template oscommerce
[Total: 3651]

 3: OSCommerce novo Visual
[Total: 24068]

 4: XOOPS 2.0.18.1 Português Br
[Total: 1705]

 5: PHP-Nuke 8.0
[Total: 2678]

 6: VirtueMart 1.1.0 Loja virtual para o joomla
[Total: 2249]

 7: Joomla! 1.5.3 Portugues Br versão nova e estável!!!
[Total: 2024]

 8: WordPress em português versão 2.5.1 BR
[Total: 1284]

 9: Pacotão Templates 2008 osCommerce Part 2
[Total: 6348]

 10: Pacotão Templates 2008 osCommerce
[Total: 8413]


Mais Baixados
 1: Loja virtual osCommerce 2.2 Milestone 2 BR
[Total: 106659]

 2: Brazilian Language Oscommerce versão 2.2 Milestone 2
[Total: 34217]

 3: OSCommerce novo Visual
[Total: 24068]

 4: Módulo Sedex para o Oscommerce
[Total: 17140]

 5: Autenticação HTTP para o admin osCommerce
[Total: 16358]

 6: Módulo Depósito/Trasferência Bancária
[Total: 15024]

 7: Programando para Web com PHP/MySQL
[Total: 14425]

 8: Seletor de Estados
[Total: 13974]

 9: Imagens Windows XP osCommerce
[Total: 13322]

 10: PHP Manual
[Total: 13117]

Artigos
CEP - Rotina que pega direto da página dos correios
Como formatar casas decimais
Instalando Apache + MySQL + PHP 5 no Windows
Manual de Instalação do osCommerce 2.2 Milestone 2 BR
Saiba como ter boletos bancários em seu site
Como criar Banco de dados MySQL no Cpanel
Aprenda a instalar o PHP-Nuke
Noções básicas de Banco de dados SQL
Sistema de usuários on-line
Sistema simples de formulário de contato
Aprenda a fazer um sistema de banner!
Sistema de cadastro simples
Como instalar o phpBB2
Segurança no Linux
Acentos no RedHat 8.0
Instalando o suporte a GD no Windows
Como fazer um sistema de enquete
Impeça que seu sistema responda à solicitações de ping
Segurança no Linux
Monte seu próprio servidor de ICQ
Criando Diretórios com acesso restrito no servidor Samba
Configurando o UebIMiau
O que é Linux? Primeiros Passos
Configuração do Apache pelo Linuxconf?
Como configurar o servidor para interpretar scripts PHP4
Configurar o apache para trabalhar com o htaccess
Configurar o apache para utilizar páginas.shtml
Configurando o apache usando SSL
Como redirecionar páginas através do apache?
Como autenticar usuários no apache?
Configurar domínios virtuais no apache?
Configurando o httpd.conf
Ache tudo aqui!
Google
Web
PHPmania.org
PHP Mania - Copyright © 2012

Planos de Hospedagem - Hospedagem PHP - Hospedagem ASP - Revenda de Hospedagem - Hospedagem de Sites - Construtor de Sites
Hospedagem Java - Hospedagem MySQL - Hospedagem JSP - Hospedagem Sql Server - Servidor Hospedagem - Hospedagem Domínio
Cloud Server Cloud computing Hospedagem Windows - Hospedagem Linux - Servidor Streaming - Construtor de Blog

PHP-Nuke Copyright © 2005 by Francisco Burzi. This is free software, and you may redistribute it under the GPL. PHP-Nuke comes with absolutely no warranty, for details, see the license.
Tempo para gerar esta página: 0.37 segundos

| DAJ_Glass phpbb2 style by Dustin Baccetti | PHP-Nuke theme by www.nukemods.com |